Início Instrumentos de medição Multímetro analógico
mega-BUSCA Brasil
Multímetro analógico
Avaliação do Usuário: / 615
PiorMelhor 
Qua, 31 de Março de 2010 17:30
Índice do Artigo
Multímetro analógico
Antes de começar
Utilizando o multímetro
Todas as Páginas
multimetro-analogico-sanwa-475px O multímetro analógico também conhecido como multiteste analógico, é um instrumento indispensável para quem deseja realizar experimentos no segmento da eletroeletrônica.
Com este instrumento de medição podemos comprovar as três grandezas da lei de OHM, como medir a tensão elétrica, a corrente elétrica, a resistência elétrica e ainda testar diversos componentes eletrônicos como resistores, capacitores, diodos, transformadores, leds, transistores e outros.

Conheça as principais funções do multímetro analógico neste artigo.


Em lojas de instrumentos de medição vamos encontrar uma grande variedade de multímetros analógicos e digitais, portáteis ou de bancada.
Neste artigo vamos descrever sobre os multímetros analógicos utilizados em oficinas de consertos e cursos de eletrônica. Os preços podem variar de acordo com a marca e a quantidade de recursos que cada equipamento tiver, alguns mais comuns com poucas escalas, outros mais completos, com mais escalas, mais sensíveis e precisos.
Todos trazem as funções básicas de medição de tensão, corrente e resistência elétrica.
multimetro-analogico

Como funciona o multímetro analógico

Trata-se de um instrumento que possui um ponteiro montado sobre uma bobina móvel, a bobina móvel está fixada no meio de um campo magnético constituído de um imã permanente.
No momento que uma corrente elétrica percore o enrolamento da bobina móvel surge um campo magnético na bobina, que interage com o campo magnético do ímã, dependendo do sentido da corrente elétrica o ponteiro poderá se movimentar para direita ou para esquerda na escala do instrumento.
Quando o instrumento está sem uso, o ponteiro estará em seu ponto de descanso, totalmente a esquerda da escala, ao realizar uma medição o ponteiro deverá se movimentar para a direita na escala. Se a movimentação do ponteiro for para a esquerda entendemos que a polaridade das pontas em relação ao ponto de medição está invertido.
Assim podemos afirmar que o nosso multímetro analógico é polarizado, então devemos tomar o cuidado para sempre utilizar a ponta vermelha no (+) positivo e a ponta preta (-) no negativo ao ponto de medição.



Última atualização em Ter, 25 de Maio de 2010 19:59
 

Comentários  

 
+12 # Bruno H. Guimarães 2010-11-03 15:01
Esse artigo está muito bom, parabéns. Eu quero saber, porque o fundo de escala do amperímetro é ao contrário do fundo de escala do ohmímetro?
Se possível me responda pelo e-mail.
Grato.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+13 # Marcos 2010-12-04 12:41
Porque o fundo de escala do amperímetro é ao contrário do fundo de escala do ohmímetro?

Ao medir a corrente elétrica (amperímetro) num circuito, o valor medido inicia-se do zero até o seu máximo. Então o movimento da agulha indica do zero até o seu máxímo. Já para medir resistência (ohmímetro) a resistência elétrica inicia-se de um valor máximo (infinito OHMs) para o zero. Isto é, quanto maior a corrente que passará pela resistência, menor é o valor da resistencia, assim temos maior movimento da agulha do medidor. Na prática a resistência é o inverso da corrente que percore o circuito. Quanto maior a resistência menor será a corrente elétrica que percorre o circuito e vice versa.
Como o movimento da agulha é indicado somente num sentido no medidor analógico, então as escalas (ohmímetro e amperímetro) precisam estar desenhadas uma ao contrário da outra para que indiquem corretamente o valor a ser medido.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+5 # andré luiz 2011-10-03 11:34
meu amigo, é só lembrar da lei de ohm, " a corrente eletrica é diretamente proporcional a tensão eletrica e inversamente proporcional a resistência", ou seja a escala de ohm é contraria as demais. um abração espero ter ajudado.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+12 # ana paula 2010-12-16 13:19
Preciso medir a resistência de um relé ( relé de motores de geladeiras) no qual a escala é bem baixinha ,não consigo medir com um multímetro, gostaria de ajuda para saber qual aparelho serviria para medir o circuito do relé ( preciso identificar as capacidades )á medição é baixo de 1 ohms.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+6 # Marcos 2010-12-17 20:50
Ana Paula. Com o multímetro (chaveado para a escala de Ohm) você poderá medir o valor Ohmico da bobina do relê, como você comentou apresenta ter o valor perto de 1 Ohm. As demais capacidades do relê, como a sua tensão de funcionamento e a capacidade de condução de corrente nos contatos, se não tiver impresso no corpo do relê, você deverá consultar o manual do fabricante do relê. Com o multímetro não é possivel medir estas capacidades.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+1 # andre luis 2011-09-29 13:25
queria saber porque é necessário inverter as pontas de prova do multímetro na função de ohmímetro para identificar o anodo e o catodo do diodo ?
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+1 # Antonio Claudio 2011-10-22 17:26
Tenho um multimetro analogico (YX-360TRn-a) mas não consigo faser o ajuste para medidas de resistências o potenciômetro chega ate o fim e nada
ja troquei a pilha e a bateria mais não deu certo outro problema é a escala de x10 segurando nas pontas o ponteiro movimenta indicando que esta escala esta queimada como conserta.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+3 # Olair Marcos 2011-10-25 09:48
Antônio. É bem provável que o multímetro apresenta algum resistor (componente) queimado, abra o aparelho e você conseguirá ver o(s) componente(s) chamuscado(s), basta troca-los por outros de igual valor. Se estiverem torrados terá que recorrer ao diagrama eletrônico que está junto no manual de instruções do aparelho para descobrir o valor de cada componente danificado.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
0 # RODRIGO 2011-11-08 16:54
Queimaram dois motores na empresa onde trabalho. comprei um multimetro para medir a voltagem que esta passando nas tomadas e saber se está além de 220. Como faço esta operação?
Grato
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+4 # Olair Marcos 2011-12-07 20:06
Olá Rodrigo
Você não comentou se o multímetro comprado é digital ou analógico. Suponho que você tem um multímetro digital comum, então você quer medir a tensão da rede que chega até as tomadas do local. O processo é simples, verifique na chave rotativa do multímetro a seção onde temos VAC (Volts para corrente alternada) e selecione uma posição acima de 220VAC, geralmente os multímetros comuns digitais possuem a posição 750VAC, pode chavear o multímetro nesta posição e introduza as pontas de prova na tomada a ser medida. O valor lido no multímetro é a tensão AC encontrada na tomada. Caso o seu multímetro seja diferente do mencionado, por favor informe o modelo para que possamos auxilia-lo da melhor forma.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+3 # Aridinei 2011-12-10 13:01
Ola amigo parabens pelas suas explicaçoes, minha duvida e. eu tenho um multimetro analogico gostaria de saber como faço a medida de cargas de pilhas baterias e tal. abraços
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+2 # Olair Marcos 2012-02-05 23:22
A maioria dos multímetros analógicos e digitais já possuem uma função para teste de pilhas e baterias 9V. Basta selecionar a função apropriada e observar a escala. Mas para aqueles que não possuem a função para teste de pilhas e bateria o mesmo poderá ser feito medindo a tensão nos terminais, para obter uma noção mais precisa das condições da pilha ligue em paralelo com a pilha um resistor de 10ohm/3W que servirá de carga. Se a tensão cair abaixo de 1.2V a pilha está comprometida. Para baterias de 9V utilize um resistor de 27 ou 33ohm/3W. Se a tensão cair abaixo de 8V, a bateria está comprometida, sendo necessária a sua troca.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+2 # toneco 2011-12-28 09:03
Olá, pessoal! adorei o conteúdo e a disposição do site. Foi de relevante auxilio ocasionando ganho que jamais alcancei pelos sites correlacionados tampouco pelos tecnicos que conheço. Gostaria, então, de merecer um favor de qual seja o interessado: tenho um multimietro FT-360TR. Ora, na escala DCmA, há recurso entre 50 micro-ampères a 250 mA ou 0.25A. De modo que desejo testar uma fonte e saber nela qual sua corrente mesmo que nela conste 5v e 2A. Pergunta: corro risco de estragar meu multimetro testando uma fonte de 2A sendo que sua capacidade (do multimetro) varia entre 50uA a 0.25A?
Obrigado e Feliz Ano Novo a todos!
Por favor, me respondam também, se possível, pelo e-mail
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+2 # Olair Marcos 2012-02-05 23:02
Olá Toneco,
Na prática você não pode medir a corrente da fonte sem ter uma carga conectado a mesma, a corrente é proporcional ao consumo da carga conectado na fonte. Consta que a fonte é capaz de fornecer uma corrente de até 2A sob uma tensão de 5V. Para você poder medir correntes superiores a capacidade do seu multímetro com segurança utilize a seguinte técnica: Ligue em série no positivo da fonte um resistor de 1 ohm x 10W entre a fonte e a carga (quanto mais preciso for o resistor, mais precisa será a medição). O resistor ficará ligado somente no positivo entre a fonte e a carga, ligue o circuito, agora com o seu multímetro na posição V DC (10 Volts DC) conecte a ponta vermelha no resistor, (no lado positivo da fonte) e a ponta preta no outro terminal do resistor, agora meça a queda de tensão ocasionada no resistor. Exemplo: Se a carga possuir uma resistência de 5 ohm, a queda de tensão sob o resistor é de 1V então neste caso está passando pelo circuito uma corrente de 1 A no circuito. Observe a Lei de OHM. Esta é uma forma segura de se medir altas corrente em circuitos DC com multímetros digitais ou analógicos de baixa capacidade.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+1 # Israel 2012-02-09 20:53
Olá, adorei o site, eu tenho um multimetro analógico YX-360TRN, eu regulei o parafuso para ajustar o ponteiro com o multímetro deitado, mas quando eu coloco ele em pé ele sai da posição que eu regulei, e vice-versa, ele está com defeito?
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+2 # Olair Marcos 2012-02-14 21:45
Olá Israel,
O multímetro analógico é construído para ser utilizado na horizontal (deitado) ou levemente inclinado. Utilizando-o na posição vertical (em pé) as medições apresentadas poderão ser incorretas, neste caso o ajuste que você está tentando fazer ficará sempre fora do ideal. Bom trabalho.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
0 # Edson Rosa 2012-03-18 19:06
Gostei das explicações,sug eria que você mostrasse, como se caulcula uma medida no mesmo,se for valores como por exemplo;4,06v. Obrigado e um abraço!
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+1 # Olair Marcos 2012-03-23 23:57
Caro Edson, Antes de tentar iniciar a medição você deverá ter uma noção que tipo de corrente AC ou DC vai estar presente no circuito. Entendemos que você pretende medir 4,06V num circuito DC, neste caso o primeiro passo a fazer é chavear o multímetro para medir tensão DC (DCV), sempre selecione na chave de funções uma tensão superior a aquela a ser medida. No nosso modelo será a posição 10 DCV. Na escala a observar a leitura será 0-10 DCV, para ler 4.06V o ponteiro indicará uma posição logo acima do valor 4 na escala. Observe que para medir tensões DC as pontas devem estar corretamente conectadas no negativo para a ponta preta (-) e no ponto a ser medido (4,06V) a ponta vermelha (+) do multímetro. Em caso de não saber antecipadamente o valor da tensão a ser medido, inicie a medição posicionando a chave de funções na tensão mais alta (1000 DCV)para depois ir selecionando as opções mais inferiores até o ponto onde o ponteiro indique uma leitura aproximadamente no centro da escala.
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+1 # isaias 2012-04-03 15:03
Porque os equipamentos de leitura analógicos normalmente começam com um valor acima de zero ?
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+2 # Olair Marcos 2012-04-24 11:35
Caro Isaias, Equipamentos analógicos fabricados com componentes de qualidade, fornecem leituras com boa precisão também, muitas vezes até superiores aos digitais.
Caso o seu multímetro apresente uma fuga na placa, defeito no mecanismo do ponteiro, ou descalibrado (veja o texto)então poderá apresentar leituras erradas.
Responder | Responder com citação | Citação