Início Dicas técnicas Montagem utilizando placa universal
mega-BUSCA Brasil
Montagem utilizando placa universal
Avaliação do Usuário: / 126
PiorMelhor 
Qui, 01 de Abril de 2010 10:51
Índice do Artigo
Montagem utilizando placa universal
Desenhando o layout
Testando o circuito
Todas as Páginas

Temporizador-555
O desenvolvimento de circuitos experimentais podem ser facilmente colocados em funcionamento com a utilização de placas de fenolite universais.
As placas de fenolite universais, são desenhadas de tal forma que podemos construir as trilhas do circuito com pequenas gotas de solda (solda azul 60/40), jumpers ou pequenos cortes realizados com um estilete.

Coloque seus projetos em funcionamento com este modo de montagem utilizando as placas de fenolite universais com ilha desligada.

As placas de fenolite universal tipo ilha (desligada) são excelente para se construir circuitos eletrônicos experimentais, com este tipo de placa podemos alterar facilmente o circuito e também a ligação de suas trilhas.
Veja a figura abaixo.
placa-fenolite-universal-desligadaplaca-fenolite-universal-desligada-cobre

A finalidade deste conteúdo é a apresentação de uma técnica de montagem, utilizando placas de fenolite universais.
O circuito proposto a ser montado é um temporizador que após ativado, manterá o relê ligado por um determinado tempo. Voltando a se desligar automaticamente e aguardando por um novo disparo.
Este tipo de circuito é muito utilizado em pequenos alarmes, temporizadores para luz de cortesia em corredores, etc...

Esquema circuito temporizador
Informação adicional:
RV1 = 1MΩ ou 2M2Ω
Chave de disparo = Pode ser utilizado uma chave ou um sensor de presença.




Com o esquema do circuito em mãos, o próximo passo é distribuir os componentes do circuito desenhando-os  numa folha de papel quadriculado comum, simulando a furação da placa universal. Deste modo podemos encontrar um bom posicionamento para todas as peças que compõem nosso circuito.
Circuito no papel quadriculado Verso da placa no papel quadriculado
Além de desenhar os componentes no papel quadriculado, você pode ir traçando as trilhas do circuito no verso da folha, utilizando como base as linhas do papel quadriculado. Observe que no cruzamento de cada linha corresponde ao furo da placa.
Não esqueça de conferir atentamente todas as ligações para que o circuito funcione corretamente.
O tamanho da placa a ser montada é igual a quantidade de cruzamentos utilizados na folha quadriculada comparado aos furos da placa de fenolite. Aproveite ao máximo os espaços na folha quadriculada, deste modo você conseguirá montar uma placa de pequenas proporções.
Agora iniciamos o processo de colocação dos componentes na placa universal de acordo com nossa folha quadriculada.
Furação da placa de fenolite para terminais grossos Nota importanteAlguns componentes podem ter os terminais que não passam nos furos da placa, ou não coincidem com os furos.
Antes de começar a soldar os componentes, devemos aprontar a placa para que todos os componentes sejam inseridos com facilidade. Para isso utilize um broca de 2 mm e refaça os furos de acordo com o necessário.


Antes de começar a soldar os componentes, observe se a placa é protegida com verniz e se a solda pega bem nas ilhas, se a placa não possui verniz, faça uma limpeza na placa com bombril, deixando-a bem brilhante.

(Opcional) Após a limpeza, aplique uma camada de verniz antes de soldar os componentes, o verniz irá proteger a placa de futuras oxidações.

Fixação dos componentes no verso da placa Seguimos colocando os componentes na placa de acordo com a nossa folha quadriculada, tomando o cuidado de ir fixando-os com uma gota de solda na ilha.
Para facilitar o seu trabalho, começe fixando os componentes de menor altura (jumpers se tiver, depois resistores, diodos, capacitores), deixe os maiores para o fim.
Faça a soldagem dos fios numa última etapa.
Terminado o processo de fixação dos componentes na placa, iniciamos o trabalho de montagem das trilhas que interligará todos os componentes do circuito.
O processo consiste em ligar as ilhas da placa com uma pequena gota de solda, para isso utilizaremos como guia a folha quadriculada no lado verso, onde desenhamos somente as trilhas.
Montagem da trilhas na placa universal
Tome o cuidado para não aquecer demais a ilha, utilize um ferro de solda de ponta fina, de 20 a 30 watts de potência.

Trilhas longas no circuito, poderão ser contruídas utilizando pequenos pedaço de fio fino de cobre, geralmente retirados de cabos de rede ou cabos de telefonia.


A grande vantagem em trabalhar com estas placas, está na facilidade de poder alterar o circuito rapidamente e também as suas trilhas de acordo com a necessidade do novo circuito.
Soldagem dos fios
Na etapa final, soldamos os fios para chaves, sensores e a fonte de energia. Os fios podem ser soldados no lado de cima da placa, junto com os componentes ou no lado de baixo diretamente nas ilhas da placa.



AtençãoAntes de ligar, confira o circuito, observe se não ocorreu curto entre as ilhas, solda fria ou erro na construção das trilhas.
Circuito em funcionamento
Trabalhando com placas de fenolite universais, é possível desenvolver e montar rapidamente uma grande variedade de projetos em eletrônica digital, som e efeitos visuais.

Lembramos que circuitos de alta frequência, como transmissores e receptores de rádio podem apresentar instabilidades no seu funcionamento quando utilizamos estes tipos de placas no processo de montagem.

Algumas dicas adicionais:

Quando optar em realizar montagens definitivas com placas de fenolite universal deixe uma área de margem maior, faça a furação necessária nos cantos com brocas de 4 mm, assim poderá fixar a placa dentro de gabinetes.

Componentes que trabalham quentes devem ser montados mais distantes da placa para evitar a queima da placa ou derretimento da solda nos terminais.

Trilhas que conduzem alta corrente, devem ser reforçadas com pedaços de fios de cobre mais grossos, para evitar o rompimento das trilhas ou da solda.

Comprovado o perfeito funcionamento do projeto, agora é só copia-lo para uma placa de circuito impresso definitiva e reutilizar a placa universal para novos projetos.

Na reutilização da placa para novos projetos, remova toda a solda das ilhas e lave a resina da solda com alcool, após limpar a placa aplique uma camada de verniz para proteger o cobre da oxidação.

Divirta-se com a eletrônica.
Última atualização em Ter, 06 de Abril de 2010 16:29
 

Comentários  

 
0 # Joanir Casteleni 2011-12-18 12:19
Olá,
Na foto do circuíto, vemos 5 resistores e também 2 led's. Mas no esquema do circuíto não vemos estes componentes.
No esquema estou visualizando apenas 4 resistores.
Tem algum erro neste esquema?
Abraços
Responder | Responder com citação | Citação
 
 
+1 # Olair Marcos 2012-02-05 22:07
Sr Casteleni,
Os dois resistores e os dois leds (vermelho e verde) não foram incluídos no esquema, a função destes leds é apenas de mostrar que o circuito está ligado e funcionando. O led vermelho indica que o circuito está energizado e o seu resistor é de aprox. 1K ohm, led verde indica que o relê foi acionado e o valor do resistor limitador para o led é de 1K ohm. Ambos poderão ser adicionados no circuito para obter uma visualização de funcionamento e o ponto de montagem é em paralelo com as fontes de alimentação. Bom trabalho.
Responder | Responder com citação | Citação